segunda-feira, 11 de abril de 2016

Bromélia: Tillandsia pfisteri


Anteriormente, quando na época desta postagem, em abril de 2016, se tratava apenas de mais uma bromélia do gênero Tillandsia, sem identificação. Depois que comecei a comercializar orquídeas e bromélias acabei vendendo duas dessas plantas, inicialmente chamando-a de Tillandsia bractea. Mas, eis que o comprador me prestou um serviço de grande relevância neste meio: ajudou-me a identificá-la, nomeadamente sendo a mesma uma Tillandsia pfisteri, isto é, uma tillandsia nativa do Brasil.
Elas crescem preferencialmente sobre árvores (são epífitas); habitam áreas sub-úmidas ou sub-áridas, sob a incidência direta ou indireta de sol, apreciando a copa das árvores. O tom acinzentado dos talos e folhas deve-se a uma cobertura em forma de escamas (tricomas), ou seja, pêlos complexos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos e Seguidores

Amigos no G+