terça-feira, 24 de março de 2020

351 - Orquídea: Trigonidium acuminatum

"Espécie de distribuição muito ampla no território brasileiro, ocorrendo, inclusive, na região amazônica. Não endêmica do Brasil, ,encontrada nas regiões Norte (RR, PA, AM, AC e RO), Nordeste (MA, PE, AL, SE e BA), Centro-Oeste (GO e DF) e Sudeste (RJ)".
"Orquídea epífita que ocorre na Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica. Encontrada em mata ribeirinha e em vegetação primária na Amazônia" [i].
Porte da Planta: planta de porte pequeno com bulbos de 2 cm e folhas de 10 cm;
Tamanho da Flor: em média de 1,5 cm de diâmetro em hastes eretas;
Clima: Tropical;
Sombreamento: 70 a 80%;
Época de Floração: indeterminada;
Tempo de Floração: em média 15 dias;
Umidade no Ambiente: média – alta;
Substrato: bem drenado (aceita vários tipos de substratos de qualidade);
Nível de dificuldade no cultivo: fácil;
Características: quando bem cultivada floresce com várias hastes que saem da base da planta[ii].

Observação endógena: esta é uma (espécie) de orquídea que conheci recentemente. Aliás, foi uma grande surpresa saber que a mesma pode ser encontrada aqui na minha região (mesmo após tantas investidas do ser humano sobre a vegetação nativa). O interessante - eu acho - é a sua rusticidade, além de ser uma orquídea muito discreta, difícil de ser encontrada em qualquer lugar ou coleção. O formato das flores, desde a origem até a abertura de uma única flor (por haste) também acho espetacular.
Espero que gostem e também estou aberto a conhecer mais e mais sobre ela, enfim, sobre este gênero.

[i] CNCFlora. Trigonidium acumninatum in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012,2. Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em: <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Trigonidiumacuminatum> Acesso em 24 de agosto de 2019.

terça-feira, 17 de março de 2020

Cattleya pão de açúcar - floração em 2019

Segunda floração desta incrível Cattleya pão de açúcar. Na primeira floração foram produzidas duas flores e agora, apenas uma, mas muito elegante. Pra quem conhece sabe que este é um dos mais belos exemplares de Cattleya híbrida (basta observar os detalhes, desde os mais simples até os mais complexos), que se distribuem por toda a flor, numa beleza muito especial.

terça-feira, 10 de março de 2020

Encyclia oncidioides - flores 2019-2020

Encyclia oncidoides voltando a florir depois de cerca de 06 anos. Até 2014 ela vinha florindo regularmente todos os anos, na sua época específica. Mas aí tiveram mudanças climáticas mais severas, divisão (cortes) na matriz, trocas de vasos e substratos etc. enfim, tudo isso e algo mais fizeram com que as flores não fossem produzidas nos últimos anos.
No entanto, esta floração ora mostrada, ocorrida no segundo semestre de 2019, passando para os primeiros meses de 2020, acabou com qualquer saudade.

segunda-feira, 2 de março de 2020

Encyclia dichroma - flores 2019-2020

Esta é a segunda floração desta bela Encylia dichroma, que eu adquiri de um orquidófilo de Sergipe. É uma planta adaptada a situações severas de ambiente e temperatura. Talvez por isso tem se desenvolvido muito bem no cultivo com sombrite, em vaso com substrato a base de casca de pinus e regas em dias alternados (nesta época de verão e baixa umidade), aqui no interior de Alagoas. 
A floração dura meses e a planta emite novos pseudobulbos imediatamente ao final da floração (às vezes até em simultâneo).

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Epidendrum ballerina 'fireball' - flores 2019

Este é um epidendrum híbrido de flores com coloração muito chamativa e de tamanhos razoáveis.
Pelo menos sob os meus cuidados, tem se mostrado uma orquídea de difícil cultivo, mesmo que eu já tenha tentado cultivá-la em duas situações: na condição de terrestre e na condição de epífita.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Schomburgkia rosea - flores 2019

Linda espécie de Schomburgkia rosea, que voltou a florir neste último ano de 2019, isto porque sua última floração havia sido apenas em 2014. De lá para cá uma série de situações fez com que não houvesse a produção de flores. Diferentemente dos híbridos, que florescem com mais facilidade e até em diferentes estações do ano, as orquídeas espécies, como é o caso desta Schomburgkia inicia a sua floração em épocas determinadas, como o final do inverno e o início do verão. É preciso esperar alguns meses até que a haste floral tenha crescido o suficiente (na maioria das vezes passa de 1 metro de comprimento), até o ápice das flores, este lindo buquê.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

328 - Orquídea: Epidendrum radicans var. alba

Adquirido em novembro de 2017, já era uma planta adulta, por isso não tardou a produzir a sua segunda floração (isto porque no ato da compra já veio com haste floral, por isso considerei como a primeira florada juntamente ao meu cultivo).
Este é daqueles Epidendrums que (em boas condições de cultivo) florescem praticamente o tempo inteiro, independentemente da estação climática).
Quanto a produção de keikes, ainda não pude constatar, mas acredito que irá produzir sim.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos e Seguidores