ORQUÍDEAS * BROMÉLIAS: 2023

terça-feira, 26 de setembro de 2023

412 - Orquídea: Bulbophyllum rufinum

Pessoal, trazendo para vocês a primeira postagem sobre este Bulbophlyllum rufinum Rchb.f., Xenia Orchid (1881), cujo basinômio é Phyllorkis rufina (1891). A sua origem é: Índia, Himalaia oriental, Myanmar, Tailândia, Camboja, Laos e Vietnã.

Trata-se de uma singular orquídea epífita, que me foi presenteada pelo orquidófilo pernambucano Kristiano Silva, em 2021.

De lá para cá esta já é a sua segunda florada. Como se vê está sendo cultivada em vaso de plástico com substrato para epífitas. 

segunda-feira, 18 de setembro de 2023

379 - Orquídea: Schomburgkia marginata

Esta é a incrível Schomburgkia marginata, que me presenteou com esta primeira florada neste ano de 2023. Lembrar que ela foi adquirida em junho de 2019, ainda uma mudinha de porte pequeno e produziu sua primeira floração justamente meses atrás, a partir de julho deste ano.

Origem: Brasil;

Cima: quente e úmido;

Vegetação: epífita crescendo em arvores de regiões litorâneas;

Luminosidade: luminosidade media recebe luz de forma indireta;

Floração: inverno;

Tamanho de flores: aproximadamente 6 cm;

Tamanho da planta: médio a grande porte aproximadamente 40 cm.

Sinônimos:
Schomburgkia crispa, Schomburgkia gloriosa, schomburgkia fimbriata, Bletia crispina, Bletia wallisii, Bletia marginata, Cattleya crispa, Cattleya marginata.

quarta-feira, 6 de setembro de 2023

2ª EXPOSIÇÃO DE ORQUÍDEAS DE GARANHUNS

Olá pessoal! Estou aqui para convidá-los a participar da 2ª Exposição de Orquídeas de Garanhuns, a ser realizada no dia 07, do mês de Outubro, nas dependências do Parque Ruber Van der Linden, das 9h às 16h. A entrada é gratuita é lá você contará com a apresentação de palestra, exposição, minicurso e venda de orquídeas e materiais de cultivo.

Realização: Grupo Orquidófilo de Garanhuns.

terça-feira, 5 de setembro de 2023

Dendrobium albosanguineum - flores 2023

Olá pessoal! Esta é apenas a segunda floração deste belo Dendrobium albosanguineum e já foi muito superior a sua primeira floração. Desta vez foram 8 belíssimas flores, bem distribuídas. O cultivo está sendo feito em vaso de plástico, em substrato típico para epífitas, já um pouco envelhecido, mas ainda em capacidade de suprir boa parte das demandas da planta. Os Dendrobiums, em sua maioria, não apreciam replantes periódicos e deve-se ter cuidado com o período de repouso que eles necessitam.

sexta-feira, 1 de setembro de 2023

Bc. pastoral 'innocence' - flor em 2023

Olá pessoal! Depois de ter feito corte nesta planta, mudança de local de cultivo e também mudança de vaso, ela havia dado uma parada na sequência de flores, mas voltou a produzir uma bela flor neste último mês de agosto. 

E aqui está o registro dela, enorme e desta vez a marquinha roxa veio praticamente imperceptível. Veja a última florada, em 2019, que a mancha era mais destacada!


quarta-feira, 23 de agosto de 2023

Orquídea: Denphal green moon - flores 2023

Pessoal, trazendo para vocês mais uma florada deste belo Dendrobium phalaenopsis (Denphal green moon), foram as flores de 2023, que mesmo sofrendo um corte na extremidade da haste (quando ainda em formação), representou um belo buquê.

sexta-feira, 18 de agosto de 2023

429 - Orquídea: Xylobium variegatum

“Originalmente esta planta foi descrita em 1798 pelos botânicos espanhóis Hipólito Ruiz López e José Antonio Pavón Jiménez (Ruiz & Pavon), com o nome de Maxillaria variegata. A nova classificação, como Xylobium, foi feita em 1961, pelos botânicos americanos Leslie Andrew Garay (1924–2016) e Galfrid Clement Keyworth Dunsterville (1905–1988)”.

Sinonímia: Cyrtopera scabrilinquis; Dendrobium carnosum; Dendrobium squalens; Dendrobium variegatum; Maxillaria scabrilinguis; Maxillaria supina; Maxillaria variegata; Xylobium carnosum; Xylobium houttei; Xylobium scabrilingue; Xylobium supinum; Xylobium taffinii Mackoy; Xylobium truxillense e Xylobium squalens.

“O nome desta espécie, variegatum, deriva do latim, variego, que significa “variado”, em referência à grande variedade de cores e tonalidades de suas flores. Esta planta é originária da América Central e América do Sul, mais especificamente da extensa área que vai desde a Costa Rica até o estado do Paraná, na região sul do Brasil. Planta epífita que vegeta em florestas de montanhas úmidas e sombrias, sempre em altitudes que variam de 600 a 2000 m. Esta orquídea prefere troncos de árvores mortas e em estado inicial de decomposição. No Brasil o principal habitat desta planta é a Mata Atlântica”.

“Planta de grande porte e crescimento simpodial que forma lindas touceiras. Rizoma robusto, com raízes cobertas de tecido velame. Possui grandes pseudobulbos de formato ovoide, lisos quando novos e sulcados após alguns anos. Cada um destes bulbos suporta 2 ou 3 grandes, largas e finas folhas”.

“A inflorescência e curta e compacta. Hastes de aproximadamente 10 cm de comprimento que brotam da base dos pseudobulbos, suportando entre 6 e 12 flores de diâmetro entre 1,5 e 2,0 cm aproximadamente. Muito pequenas em relação ao tamanho da planta, mas que abrem muito próximas uma das outras formando uma linda “bola” de flores. As cores destas flores variam muito. Sépalas e pétalas vão do creme até o rosado com nuances de marrom. O labelo mantém esta coloração mas com detalhes normalmente em vermelho e amarelo”.

  • Pode ser cultivado em cascas ou troncos de árvores, vasos plásticos ou caixetas de madeira. Nestes últimos casos usar um substrato confeccionado com mistura de casca de pinus, esfagno e carvão vegetal. Se tiver um pouco de turfa pode também acrescentar na “mistura”;
  • Recomendo ainda cultivo com muita umidade, rápida drenagem e boa ventilação. Diminua um pouco a periodicidade e o volume das regas no inverno.

"Gosta de 60% de sombreamento e suporta bem a grandes variações de temperaturas. Pode ser cultivada entre 5 e 40 graus. Proteja a planta da incidência de raios solares diretos"[i].

sexta-feira, 11 de agosto de 2023

Catasetum vermelho híbrido - flores 2023

Olha só, depois de três anos sem produzir flores, este Catasetum vermelho híbrido, que provavelmente é um cruzamento complexo entre "Catasetum ((Pileatum x Susan Fuchs) x (John Burchett x Susan Fuchs) x Pileatum))" se recuperou bem e produziu essas duas incríveis flores. As flores são de cor avermelhada, puxando para tons mais escuros (é uma pena que a câmera do celular não possa captar essas cores de uma maneira mais fidedigna). Essa intensidade maior das cores se dá no labelo, mas as pétalas e sépalas trazem detalhes bem chamativos e pintalgados avermelhados sobre um fundo amarelado pálido.

terça-feira, 1 de agosto de 2023

434 - Orquídea: Denphal Green Red Lip

Esta é a belíssima Denphal green red lip, ou seja, Denphal lábio vermelho e verde, que floriu aqui comigo pela primeira vez. O contraste da flor (na distribuição das pétalas, sépalas e labelo) é um espetáculo ao mesmo tempo chamativo e harmonioso.

quarta-feira, 26 de julho de 2023

402 - Orquídea: Phalaenopsis lueddemanniana

"Em relação ao cultivo é planta de fácil cultivo, em ambientes com temperatura de moderada a quente, de muita luminosidade e muita umidade atmosférica, necessitando de bom arejamento das raízes e não tolera muito frio".

"Quando adulta pode ter folhas que variam de 12 a 18 cm, com inflorescência longa e sinuosa, de forma sequencial e por muito tempo".

Taxonomia:

Nome corretamente aceito: Phalaennopsis lueddemanniana;

Autor: Rchb.f.;

Ano de publicação: 1865;

Origem: Filipinas;

Habitat: florestas tropicais saturadas de umidade;

Altitude: até 100 m;

Quantidade de espécies neste gênero: cerca de 400 registros, porém, apenas menos de 100 são devidamente considerados válidos por boa parte dos taxonomistas.

Outras espécies similares: Phalaenopsis pulchra[i]

Observação endógena: planta adquirida em 2021 e floriu por um longo período em 2023. Por este longo período entenda-se o tempo que ela demorou desde a emissão das hastes florais até a produção da primeira e única flor. Alguns meses após a floração, eu deixei as hastes forais intactas e percebo que ela está produzindo keikes nelas.

_________________

Amigos e Seguidores