terça-feira, 25 de setembro de 2018

Catasetum uncatum - flores 2018

A última vez que eu havia publicado sobre a floração deste Catasetum uncatum foi em 2016. E naquela ocasião, por conta das condições climáticas, ela floriu mais flores femininas do que masculinas (estas mostradas nesta postagem). O mais importante é que (independentemente do gênero de suas flores) elas são abundantes e perfeitamente cheirosas, o que atrai diversos tipos de insetos, principalmente algumas espécies de abelhas.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Lc. Gold Digger - flores 2018

Lc. Gold Digger é uma orquídea híbrida de muita beleza em suas florações, dada a tonalidade áurea de suas pétalas e sépalas e os pontinhos pintalgados de vermelho no entorno do centro do labelo, provocando leveza, beleza e atratividade não somente nos prováveis polinizadores, mas também nos olhos humanos atentos, que vigiam!

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Sophronitis cernua: flores 2018

Ano passado eu publiquei sobre esta incrível orquídea, falando da minha segunda tentativa com o cultivo dela, isto porque eu já havia perdido uma planta dessas anos atrás. Em 2017, portanto, foi a coroação do sucesso desta segunda investida de cultivo. E este ano ela ratificou essa boa adaptação, voltando a florir (apenas 02 florzinhas), mas mantendo-se saudável e em desenvolvimento progressivo.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Potinara haw yang - flores 2016

Assim como no ano passado quando publiquei a exuberante floração desta Potinara, gostaria de falar da satisfação que é ver as flores grandes e de tons atraentes deste incrível híbrido. Assim como outros híbridos complexos, esta Pot. haw yang tem se desenvolvido muito bem e produzido cada vez mais flores de um bom acabamento e textura, conforme destaco n'algumas fotos abaixo.
Obs. quantitativamente foi menor o número de flores em relação ao ano passado; a qualidade porém, foi superior!

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

337 - Orquídea: Dimerandra emarginata var. alba

O que dizer desta variedade de Dimerandra emarginata? Não se pode dizer muita coisa porque quase não há nada (pelo menos algo relevante que eu tenha encontrado) que possa ser usado como fonte de pesquisa, seja impresso, seja online. No mais, o que se pode afirmar é que se trata de uma Dimerandra emarginata (tipo) "descolorida", esmaecida, alba, simplesmente... branca! As características superficiais são praticamente as mesmas encontradas na Dimerandra emarginata convencional: raízes, pseudobulbos, folhas, formato e tamanho das flores, labelo (ah, este é um pouco diferente: na Dimerandra convencional o labelo tem uma mancha branca, já nesta variedade alba, a mácula é amarela)...
Se você procurar unidades a venda, encontrará pouquíssimas, sendo escassos também (logicamente) os vendedores (eu que o diga); o preço também é lá nas alturas, equivalendo tranquilamente ao valor de umas 3 a 4 Cattleyas labiatas adultas, por exemplo! Se vale a pena? "Taí"...!
Aqui tivemos 4 flores e 2 botões simultaneamente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos e Seguidores