sexta-feira, 28 de abril de 2017

136 - Orquídea: Hoffmannseggella cinnabarina

Nome correntemente aceito: Hoffmannseggella cinnabarina.
Autor: H. G. Jones.
Data da publicação: 1968.
Sinônimos:
Laelia cinnabarina
Amalia cinnabarina
Bletia cinnabarina
Sophronitis cinnabarina
Cattleya cinnabarina
Laelia cinnamomea
Bletia cinnamomea.

Origem: MG, ES, SP e RJ.
Habitat: rupícola.
Altitude: 800 a 1.500 metros.
Quantidade de espécies neste gênero: cerca de 40.

Espécies similares: pertence ao grupo de espécies de flores cor de laranja com sépalas e pétalas estreitas e acuminadas, entre as quais as mais parecidas são a Hoffmannseggella sanguiloba e Hoffmannseggella angereri.
Características distintivas: as flores são maiores que as da Hoffmannseggella angereri e têm o centro do labelo na cor creme. A Hoffmannseggella sanguiloba tem as bordas do labelo vermelhas.
Taxonomia: amplamente conhecida como Laelia cinnabarina, as espécies deste grupo são rupícolas e pelas regras de taxonomia não podem mais ser classificadas como Laelia, logo, as opões correntes são: Sophronitis, Cattleya ou Hoffmannseggella, nome corretamente utilizado pelo Instituto de Botânica de São Paulo e que nos parece o mais adequado.[i]

Observação endógena: esta orquídea foi adquirida em março de 2013, já vinha formando uma touceira, mas nada de iniciar uma floração; em fins de 2016, porém, ela iniciava a formação de uma haste que atingiu quase 25 cm e quatro botões, que resultaram em flores de cor e beleza singulares.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos e Seguidores

Amigos no G+