terça-feira, 14 de agosto de 2018

329 - Orquídea: Encyclia bracteata


Encyclia bracteata (Barb. Rodr.) Schltr. ex Hoehne 1930.
"O nome deste gênero Encyclia (Encycl.). Deriva da latinização do verbo grego: εκυκλειν (enkyklein), que significa contornar, rodear; numa referência ao fato dos lobos laterais do labelo de suas flores envolverem a coluna. 
Bracteata: "epíteto latino que significa "brácteas". 
"É uma espécie epífita pendente que possui pseudobulbos periformes e cônicos de 1 cm de altura e são densamente agrupadas, encimados por folha estreita, coriácea e caniculada de 20 cm de comprimento. Haste floral com alguns botões que se abrem sucessivamente, um após o outro. Flor de 1,5 cm de diâmetro com pétalas e sépalas amarelo-esverdeadas pintalgadas de lilás-bronzeado. Labelo trilobado branco com lóbulo central de cor lilás viva. É muito perfumada e de fácil cultura em placas de madeira. Vegeta no litoral baiano e floresce no inverno".


Sinônimos:

Epidendrum bracteatum Barb. Rodr. 1877;
Epidendrum pabstii Hawkes 1956;
Epidendrum pussilum Rolfe 1891.

Distribuição: Brasil (Bahia a São Paulo);
Porte: pequeno, aproximadamente 10 cm;
Tamanho da flor: 1,5 cm;
Plantio: vaso plástico, vaso de barro, placa de madeira, caixeta;
Época de floração: Outono/Inverno;
Duração das flores: 15 - 20 dias[i].

Observação endógena: foi uma grande sorte e também uma surpresa quando comprei esta incrível Encyclia e ela já apresentava algumas pequenas hastes florais. As flores desta orquídea não nos deixam dúvidas quanto a sua classificação, mas quando olhamos para o seu porte (pseudobulbos, folhas e hastes florais) nos perguntamos se seria mesmo uma Encyclia... O fato é que ela enobrece qualquer coleção de orquídeas, concordam?!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos e Seguidores

Amigos no G+