segunda-feira, 11 de novembro de 2019

271 - Orquídea: Rodriguezia decora


Origem: São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Guiana, Equador, Suriname e Venezuela;
Habitat: epífita em florestas úmidas e sombrias;
Altitude: 400 m a 1.700 m;
Floração: Outono;
Tamanho quando adulta: até 15 cm;
Tamanho da flor: 2 cm;
Quantidade de flores por haste: aproximadamente 30 flores.

"Quanto as folhas, elas são estreitas e pequenas (cerca de 15 cm) e opostas, saindo de pequenos pseudobulbos".
"O pendão floral tem em torno de 30 cm a 40 cm em exemplares mais velhos, repleto de pequenas flores coloridas. Essas flores têm entre 1,5 cm e 2 cm, duram cerca de 10 dias e se apresentam inseridas alternadamente na haste floral. Seu florescimento ocorre do outono ao inverno, constituindo grande atração no local de cultivo".
"Esta espécie se adequa em climas de vão desde os 15º C até os 35º C, necessitando de um sombreamento de 60%, seja em ripado, tela sombrite ou árvores"[i]

Observação endógena: formar uma coleção com diversos exemplares de orquídeas de um mesmo gênero, acredito que possa ser o desejo de muitos orquidófilos (profissionais ou amadores). Já imaginou ter diversas possibilidades de plantas distribuídas por gênero, como por exemplo: Cattleyas, Catasetums, Encyclias, Rodriguezias etc.? Além de se tratar de uma tarefa muito difícil, ainda tem o fato de que muitas vezes acabamos por ficar sem espaço suficiente, dada a diversidade de gêneros e espécies que venhamos a ter... No caso das Rodriguezias que eu tenho, são poucas plantas, mas já dá para falar de uma certa diversidade, observando que tenho a Rodriguezia venusta, a Rodriguezia bracteata, a Rodriguezia lanceolata e esta Rodriguezia decora, certamente uma das mais incríveis neste gênero (dentre tantas outras). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos e Seguidores